Forum baseado em vampiro a mascara, final fantasy, xenogears, kingdom hearts.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Ruas Centrais - Velha São Paulo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Ter Abr 28, 2015 5:34 pm

Chama-se comumente Zona Central de São Paulo (ou simplesmente Centro de São Paulo) à região administrada pela Subprefeitura da Sé, que engloba os distritos da Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Sé e Santa Cecília.

Não deve ser confundida com a região conhecida como centro expandido, utilizada eventualmente pela prefeitura da cidade em ações de planejamento urbano, a qual engloba também partes das subprefeituras da Mooca, Lapa, Pinheiros e Vila Mariana, ou com o Centro Histórico de São Paulo, que engloba apenas a parte mais antiga da região central.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Ter Abr 28, 2015 5:42 pm

O soldado Tremere e o recém desperto Ventrue saíam da sala onde estavam e passavam por um corredor. Agora o Ventrue via que as pessoas dali não eram pálidas como todas as outras que haviam encontrado naquele estranho mundo. Aqui, aonde estava era onde sua familiaridade tocava a alma, humanos... Sim, dessa vez ele sabia que só via humanos, comuns vivendo um hábito comum de escritório do século XXI, fazendo as coisas que Guilhermo fazia em seu tempo, ele definitivamente sentia-se em casa e poderia ser que sua vontade de permanecer naquela Matrix aumentasse à medida que se aprofundava.

Os dois cainitas passam pela sala principal deixando o prédio e o Ventrue via que estava em uma cidade comum, o sol batendo forte em seu rosto e não o afetando, o céu azul e limpo de nuves, a temperatura levemente elevada mas graças ao seu corpo morto, não incômoda. Via os carros passando, pessoas andando, faróis sendo respeitados, artistas de rua e afins, todo o seu mundo estava ali.

Christopher toca levemente o ombro do Ventrue e diz:

- Aqui estamos senhor Crow. Gostaria de visitar algum lugar antes de almoçarmos?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Sex Maio 01, 2015 4:37 am

Sentia-se em casa... Via-se em casa... Almejava sua casa...

No entanto, enquanto caminhava por entre os mortais, a luz do dia, o Ventrue sentia no seu amago que não estava realmente colocado naquele mundo... Tudo ali era tão falso quanto o sol que beijava sua fronte... Acostumara-se as maquinações politicas dos mortais mas agora, aquilo que via, era um simulacro, tudo se resumia a bolsas de sangue ambulantes... Não existia verdadeiro poder ali... Nada haveria de lucrar... Presenciava e sentia-se dentro de um teatro de sombras e marionetes... Ser titeeiro naquele plano de existência de nada lhe valeria... O verdadeiro poder residia no controle tiranico que se assomava e nesse tabuleiro não estava acostumado a ser o peão.

Ele retorna de suas divagações após o questionamento do Soldado... Com um sorriso lhe responde

- Meu Caro... Desconheço essa Cidade e seus costumes... Creio que o melhor a fazer aqui é buscar o alimento que intencionamos e retornar o quanto antes para o subsolo... Tenho muito o que ser esclarecido
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Sex Maio 01, 2015 11:42 pm

Por mais que as novas maravilhas do mundo cainita conseguissem enganar a qualquer cainita que se pusesse diante delas, à Guilhermo não conseguia enganar, ele sabia o que tudo aquilo era, mas o mais importante ele não deixava aquelas falsidades penetrarem sua mente e seu coração de morto-vivo, por mais que ele um dia ansiasse que aquilo fosse real. Um desgosto para a alma do Sangue-Azul.

De um modo diziam que seu mundo não havia morrido, mas para Guilhermo, tudo estava morto e acabado, pelo menos até onde ele tinha visto, a essência dos jogos de Jyhad tinha-se terminado, talvez aquela guerra realmente tivesse sido a Gehenna e a Jyhad teria servido a seu propósito, não completamente pois o Mundo ainda existia, e o que Guilhermo poderia se questionar era: O que viria agora?

O soldado em corpo de garoto responde ao Ventrue enquanto ambos se encaminhavam para um estacionamento:

- Concordo, senhor. Todavia, enquanto estivermos em privacidade fui autorizado a esclarecer toda as vossas duvidas.

Ao chegarem ao estacionamento, o soldado diz para o funcionário olhando profundamente em seus olhos:

- Pegue o Mercedez prata.

Diz com ênfase e o funcionário logo se dirigia até um dos carros citados logo o trazendo. O soldado retira algo de seu bolso e entrega ao Ventrue, era uma carteira de habilitação com outro nome: Samuel Amadeo de Moura, porém com a foto de Guilhermo.

- Pode dirigir senhor Crow, e não se preocupe com o caminho, o GPS do carro vai nos auxiliar.

Era até mesmo justificável que o soldado pedisse a Guilhermo para dirigir, afinal naquela Matrix ele era apenas um garoto bem apessoado.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Dom Maio 03, 2015 11:26 am

A mente analitica do Ventrue aprrendera toda aquela situação em fração de segundos... Naquela farsa que havia sido convidado a integrar deveria fazer o papel de outra pessoa... Mas como negar seu interior? Seu modus operandi?

Ele pega a documentação que lhe fora entregue e sorri com condescendência para o Soldado

- Meu Caro Soldado, creio que este fóssil nunca aprendeu a conduzir um veiculo... Em minha época, meu servidor cuidaria desse pequeno empecilho... Terei de resolver isso de outra forma.

Ele olha para o Filho de Abel que se afastava

- Diga-me, podemos usar nossos dons junto a esses, hum, homens?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Seg Maio 04, 2015 8:04 pm

A toda a resposta do Ventrue o jovem parece impassível, não se alterando em nenhum momento desde que o conhecera, isso demonstrava grande disciplina contida naquele Tremere, estava sempre calmo e sério, e assim ele responde educadamente ao Sangue-Azul:

-Sim, senhor Crow, desde que seja discreto. A Máscara nas colônias ainda é exigida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Qua Maio 13, 2015 5:46 am

Ao ouvir o Tremere, Guilermo apenas comenta...

- Deveras, a Mascara deve ser mantida... Com sua licença.

Guillermo parte em direção ao Filho de Abel.

- Com licença Senhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Qua Maio 13, 2015 6:41 am

O funcionário do estacionamento que até o presente momento estava ainda voltando para o grupo de outros funcionários que conversavam entre si para ao ser chamado pelo Ventrue, e responde de prontidão:

- Opa! pode falar!

E aguardava a resposta do Sangue Azul, mas suspeitando que logo sua vontade seria subjugada por um filho da noite que por mais que estivesse andando debaixo da luz amarela, jamais assumiria não pertencer mais às trevas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Qui Maio 14, 2015 5:39 pm

Guillermo nunca perdera a habilidade de seus dons das trevas. Percebera isso tão logo começou a falar com o Humano....

Sua força de vontade transmutou-se numa presença irresistível...

- Meu caro... Meu companheiro e eu precisamos de auxílio... Ficaria muito grato se o senhor nos ajudasse...

Off: Presença 3 e gasto de 1 de FdV
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Sab Maio 16, 2015 5:47 am

Guilhermo dirigia-se sobre sua vítima, aquele homem mal podia imaginar que sua vontade já não mais pertenceria à ele e sim à uma criatura da noite, uma criatura milenar que agora havia despertado para trazer sua marca para este novo mundo que os mortais, mal sabiam, não pertencia mais à eles.

O rapaz que era de aparentemente uns vinte e quatro anos, jovem, com cabeça raspada, um pouco de barba por fazer e pele mulata responde:

- Claro senhor, tudo o que eu puder fazer pelo senhor eu farei e ainda mais!

O rapaz diz com vivência em sua voz, o que acaba por chamar atenção do grupo dos colegas de trabalho a quem ele ia se juntar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Sab Maio 16, 2015 6:48 am

Ele não perdera sua habilidade negra... Talvez tivesse forçado um pouco demais, mas como saberia se seus dons ainda lhe seriam úteis? Chegara ao seu intento... Tinha um servo ao seu dispor.

A prontidão dos demais sentidos do Ventrue o avisaram que os demais ali presentes também haviam notado a não sutil mudança de humor de seu mais novo lacaio....

As aparências deveriam ser mantidas...

Quase com um sussurro Guillermo determina ao homem

- Sem criar estardalhaço diga aos seus companheiros que precisará resolver algo particular e venha me encontrar em seguida. Estarei lhe aguardando.

Guillermo aguarda seu lacaio se distanciar e caminha em direção ao Tremere.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador
Admin
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Dom Maio 17, 2015 2:09 am

O Tremere estava ao lado do carro aguardando por Guilhermo, este estava impassível, parecia nunca sair dessa centralidade. Enquanto isso, o funcionário do estacionamento seguia até seu grupo, uma conversa parecia se desenrolar até que se tornava uma discussão e já era possível ouvir as alterações do tom de voz enquanto os outros funcionários que estavam no grupo viam a deixa para sair do meio daquela confusão que começara a se instalar.

- Você já está me devendo dois dias, Matheus! E ainda quer sair mais cedo!?

O funcionário que aparentemente chamava-se Matheus tentava acalmar aquele que parecia ser o chefe mas aparentemente não dava certo, pois o chefe continuava, evidentemente bravo:

- Não mesmo! Você já tá me devendo, se você for vai ser suspenso, isso se eu já não te mandar pra rua!!!

Matheus responde, agora com seu tom de voz alterado, bravo:

- Então que se foda você e essa porra do estacionamento!!! Eu me demito!!!

Matheus agora virava-se de costas para o chefe que havia ficado com a expressão perplexa, e gritava.

- SEU FILHO DA PUTA!!! NUNCA MAIS ME BOTE OS PÉS AQUI DENOVO!!!

Cristopher lança um breve olhar para Guilhermo, mas nada fala, enquanto Matheus saía mostrando o dedo do meio para o ex-chefe. Guilhermo via que acabara de prejudicar alguém, não era algo que o Ventrue nunca tivesse feito, mas era fato que aquilo havia criado uma cena, embora tivesse conquistado aquele pequeno objetivo.

Matheus chegava para o novo senhor, um parasito, um sugado de sangue que não se importava com nada além dele mesmo, e isso era um ponto forte do Ventrue.

- Pronto chefe, podemos ir! Eu já tava querendo pedir demissão mesmo. Do que vocês precisam?

Agora era novamente a deixa de Guilhermo, e Crhistopher aguardava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://finalfantasyvchapter.forumeiros.com
Guillermo Crow

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/03/2015

MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   Seg Maio 18, 2015 4:30 am

Apesar de se manter impassível vendo toda aquela cena a distância, por dentro Guillermo sorria diabolicamente.... Sempre gostara de ser o titeeiro, influenciando a tomada de decisões daqueles subjugados por ele, sem, realmente, tomar partido em suas vidas medíocres.

Agora Matheus estava a sua merce... Talvez, se fosse um bom servidor, o transformaria em um lacaio, já que sua estrutura estava a milhares de quilometros dali.

Muito bem... se me servir bem serás recompensado. Entre no carro e dirija para mim, Guillermo determina de forma suave e inexorável...

Ele aguarda o Lacaio entrar e ato continuo entra no veiculo disponibilizado pelo Tremere, aguardando que esse, tambem, entrasse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ruas Centrais - Velha São Paulo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ruas Centrais - Velha São Paulo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Assustador! - Episódio 1 "A Mansão Velha"
» Corinthias - São Paulo
» Novo uniforme do São Paulo
» Ruas Vazias - 2ª etapa
» [Konoha] Ruas

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Final Fantasy - Chapter V :: Brasil - Continente Americano-
Ir para: